Uma Conversa Sobre Transformação Digital

Não importa o quão ufanista você seja, não tem como negar que o mercado está mudando. E não são só as startups que perceberam isso! A relação entre empresas e clientes vem sofrendo grandes disrupções e podemos citar duas grandes motivações: as oportunidades de negócio que as novas tecnologias trazem consigo e, principalmente, as mudanças comportamentais dos clientes com a vinda das novas gerações.

mapa mental produzido pelo Silvestre Rodrigues da Raios Apresentações Impactantes

Estes pontos e muitos outros foram discutidos com bastante profundidade na Faculdade Senac RJ na noite do dia 27/11/2018, com um grupo seleto de executivos de grandes empresas como: Gaspar Carreira (Oi), Rafael Rosas (Icatu), Luiz Mandarino (BR Distribuidora), Rafael Amorim (grupo B2W) e Vitor Gonçalves (consultoria AddTech).

Foi um painel rico e repleto de insights sobre o nível de maturidade das empresas das empresas, fruto da experiência destes grandes profissionais. Portanto, decidi resumir aqui os pontos que mais chamaram a minha atenção nesse papo:

A verdadeira transformação está nas pessoas

Na fala de todos os convidados o tema pessoas ficou bastante evidenciado. Houve um consenso entre os participantes que simplesmente comprar tecnologia não é o suficiente. É necessário que os times e, principalmente, os gestores estejam dispostos a experimentar, errar e mudar. Foi destacado ainda o aspecto da cultura do medo como uma forte barreira para a para transformar os negócios. Estruturas extremamente hierarquizadas, liderança baseada em comando/controle e a falta de patrocínio da alta diretoria das empresas foram outros problemas citados pelos convidados.

Gaspar Carreira, diretor de serviços financeiros da Oi, citou: “empresas robustas e gigantes como a Oi, são marcas que transmitem muita confiança. Porém, não conseguimos ter a mesma agilidade que startups e empresas mais enxutas. Nosso desafio é promover a mudança de mindset nas pessoas que querem continuar fazendo as coisas do modo que sempre fizeram.”

Recrutar pessoas neste cenário também não é tarefa fácil! Mesmo com o cenário econômico em crise, empresas mais tradicionais vêm enfrentando dificuldades para atrair os melhores talentos. Veja a fala de Rafael Rosas, superintendente de Canais Digitais da Icatu Seguros: “Recrutar talentos e disseminar a cultura digital é algo desafiador e essa responsabilidade não pode ficar a cargo apenas do RH. Todos os times e gestores tem esta responsabilidade”. Rafael contou ainda como o RH da Icatu vem interagindo com as demais áreas da empresa para propor ações como a Tech Mouth, ação que proporcionou 30 dias de treinamentos sobre diversos temas técnicos.

Victor Gonçalves, diretor de Inovação da Addtech, também abordou o assunto em sua apresentação, trazendo uma divertida analogia entre o RH das empresas e a Marvel (produtora de quadrinhos e filmes): “Ninguém duvida que o RH da Marvel é excelente, não é mesmo? Conseguiu unir profissionais de alta performance e com personalidade forte. Discutem, brigam e tem suas diferenças, mas no final entregam um excelente trabalho, não é mesmo?”. Foi uma excelente provocação e me fez lembrar de uma frase do Steve Jobs:

“Não faz sentido contratar pessoas inteligentes e dizer a elas o que elas devem fazer; nós contratamos pessoas inteligentes para que elas possam nos dizer o que fazer”.

Relação com as startups

Promover inovação não é algo simples e mudar cultura muito menos! Uma estratégia que muitas empresas grandes estão adotando é se aproximar de startups e empreendedores, através de hackathons e programas de open innovation. A Oi tem feito muito mais e decidiu criar a Oito! Espaço para apoiar e acelerar startups, tornando a empresa um dos polos que dissemina cultura empreendedora dentro de casa e no Rio.

O grupo B2W, que une os sites Americanas, Submarino, Shoptime e Sou Barato é outro caso de grande corporação que tem uma relação próxima as startups. Rafael Amorim, Head de TI da B2W Services, é uma prova disso. Sua startup de anúncios digitais Admatic foi comprada pela B2W e incorporou seus serviços. Além disso, criou a BIT, uma área de tecnologia e serviços digitais que promove liberdade para inovar e implementar novas tecnologias.

Mandarino, Gerente de Marketing B2B da BR Distribuidora mostrou como a Petrobrás vem se aproximando de startups. No Desafio de Startups a companhia selecionou empresas em estágio inicial que atuam nos segmentos de atuação da companhia, a partir de três vertentes: Mobilidade para Pessoas, Mobilidade para Negócios e Sustentabilidade. Outra iniciativa foi a realização de um hackathon em parceria com a Fábrica de Startups, cujo objetivo foi desenvolver soluções inovadoras para plataformas de petróleo e gás.

Por outro lado, faz-se necessário estabelecer uma estratégia para que parcerias entre corporações e startups rendam frutos: “Não basta reservar um espaço num coworking e achar que a magia vai acontecer”, ressalta Rafael Rosas.

Experiência do Cliente

As novas tecnologias vêm abrindo muitas possibilidades para que as empresas explorem novos modelos de negócio e serviços diferenciados. Contudo, ficou claro que tecnologias como robótica, IA, IoT e VR devem ser implementadas em prol da melhoria da experiência do usuário. UX e Customer Experience foi tratado como assunto estratégico e com potencial de gerar diferenciais competitivos importantes.

Rafael Amorim explicou que a B2W vem buscando uma integração total do físico com o digital para facilitar ao máximo a vida do cliente: “A ideia é que na B2W não exista diferença entre o físico e o digital. Tudo é serviço, então queremos que o cliente compre em qualquer canal e possa receber o seu produto o mais rápido possível através da loja mais próxima.”

A Icatu Seguros também vem surpreendendo quando o assunto é experiência do cliente. Rafael Rosas mostrou como que ações que humanizam o cliente podem ser inovadoras: “Buscamos cuidar dos nossos clientes e mostrar nossos valores. Temos um programa que dá um plano de previdência privada para os bebês que nascerem na virada do ano.” É uma ação que passa uma forte mensagem educativa, além de causar um efeito “wow” no cliente contemplado. E ele deu outro exemplo: “Tentamos também humanizar nosso serviço em situações mais delicadas. Nosso auxílio funeral permite que sejam escolhidos temas descontraídos, tipo Star Wars, para atenuar o peso desta cerimônia.”

Victor Gonçalves destacou a importância de conhecermos bem o cliente: “A primeira etapa de um processo de Customer Experience é descobrir quem é nosso cliente, o que é valor para ele e quais emoções estão dispostos a comprar.”

Estes foram os principais aprendizados que me marcaram e ficaram na minha memória permitindo que eu escrevesse aqui. Se você esteve lá e tem outros destaques, coloque no comentários.

Aqui deixo outras resenhas desta noite. Obrigado a todos que estiveram lá e, principalmente aos palestrantes:

Resenha do palestrante Luiz Claudio Mandarino:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473931749796696064/

Resenha e artigo do palestrante Gaspar Carreira:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473348334768660480/

https://www.linkedin.com/pulse/transforma%C3%A7%C3%A3o-digital-gaspar-carreira-jr-1f/

Resenha do palestrante Victor Gonçalves e da empresa Addtech:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473502827388899328/

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473561535082954752/

Resenha do palestrante Rafael Rosas:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473375151449870336/

Mapa mental utilizada nesta capa do convidado Silvestre Rodrigues:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473691988117061632/

Resenha do convidado Carlos Alberto:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473513753953468416/

Resenha da convidada Erika:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473528450090180608/

Resenho do convidado Wesley:

https://www.linkedin.com/feed/update/urn:li:activity:6473491968033988608/

--

--

Consultor de inovação e Facilitador de processos ágeis

Love podcasts or audiobooks? Learn on the go with our new app.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store
Luiz Coelho

Luiz Coelho

113 Followers

Consultor de inovação e Facilitador de processos ágeis